Viaduto de Fabriciano corre risco de interdição

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) anunciou, nesta semana, que pretende fazer uma licitação emergencial para recuperação do viaduto que fica na avenida Tancredo Neves sobre a avenida Magalhães Pinto, via de acesso ao Centro da cidade de Coronel Fabriciano. O compromisso foi firmado, no dia 18 de fevereiro, com a prefeitura do município em reunião na sede da entidade em Belo Horizonte. A previsão é de que a obra seja iniciada nos próximos meses.

O risco de ruptura foi identificado no final do ano passado em vistoria de rotina. “A situação do elevado é crítica e o local corre o risco de ser interditado a qualquer momento. O problema se concentra em uma das cabeceiras do viaduto, em que as vigas de sustentação apresentam deterioração devido a impactos pela passagem de caminhões e pela baixa estrutura do viaduto, podendo em algum momento ceder e comprometer o trânsito seguro de veículos e pedestres”, explicou o prefeito de Coronel Fabriciano, Dr. Marcos Vinícius.

Outras demandas feitas pela prefeitura ao DNIT incluem um convênio para gestão do trânsito no trecho da BR-381 que corta Coronel Fabriciano, entre Fabriciano e Ipatinga, e as alças viárias de acessos de entrada e saída da cidade, que não foram contempladas nas obras de duplicação da BR-381.

Estiveram presentes na reunião o superintendente regional do DNIT, Danilo Resende, o coordenador de Engenharia do DNIT, Sérgio Garcia, o prefeito, Dr. Marcos Vinícius, o secretário de Governança Política, Everton Campos, o secretário de Governança de Obras e Serviços Urbanos, Nelson Diniz, e o secretário de Governança Urbana, Planejamento e Meio Ambiente, Douglas Prado.

 

Informações

Autor: Wilson Rocha

Data: 01/03/2019 08:03

Acessos: 50 Acessos